Tempo Real

  • Atlético Mineiro

  • Atlético Paranaense

  • Bahia

  • Botafogo

  • Chapecoense

  • Corinthians

  • Coritiba

  • Criciúma

  • Cruzeiro

  • Figueirense

  • Flamengo

  • Fluminense

  • Goiás

  • Grêmio

  • Internacional

  • Palmeiras

  • Santos

  • São Paulo

  • Sport

  • Vitória

  • ABC

  • América Mineiro

  • América RN

  • Atlético Goianiense

  • Avaí

  • Boa Esporte

  • Bragantino

  • Ceará

  • Icasa

  • Joinville

  • Luverdense

  • Náutico

  • Oeste

  • Paraná

  • Ponte Preta

  • Portuguesa

  • Sampaio Corrêa

  • Santa Cruz

  • Vasco

  • Vila Nova

  • Arsenal

  • Atlético de Madri

  • Barcelona

  • Bayern de Munique

  • Benfica

  • Borussia Dortmund

  • Chelsea

  • Internazionale

  • Juventus

  • Lazio

  • Liverpool

  • Tottenham

  • Manchester City

  • Manchester United

  • Milan

  • Napoli

  • Porto

  • Paris Saint Germain

  • Real Madrid

  • Roma

Lutas

Sóbrio por quinze meses, polêmico Chris Leben espera 'renascer' com vitória no UFC 162

Igor Resende e João Victor Mekitarian, de Las Vegas (EUA), para o ESPN.com.br

Chris Leben ganhou enorme popularidade com os fãs de MMA em função de sua participação na primeira edição do "The Ultimate Fighter", reality show promovido pelo UFC que premia os campeões com um contrato de um ano no principal torneio do artes marciais mistas do mundo.

LEIA MAIS:
Belfort 'desiste' de Jones e pede vencedor de Anderson x Weidman: 'Eu mereço'
Anderson Silva diz se ver em Jones e duvida de si mesmo: 'Não acho que eu ganharia dele'
Jogar, comer, casar e até ser detetive: o que dá para fazer dentro do palco do UFC 162

Durante o programa, o norte-americano se destacou não apenas pelas qualidades apresentadas dentro do octógono, mas principalmente pelo comportamento agressivo e instável. Após duas derrotas - contra Josh Koschek e Kenny Florian, respectivamente -, Leben deixou o reality show sem o título, mas a popularidade conquistada garantiu novas oportunidas no Ultimate.

Com um recorde de 22 vitórias e 9 derrotas, o peso-médio enfrenta um momento complicado na carreira. Após ser superado por Mark Muñoz e Derek Brunson em seus últimos 2 combates, Leben entrará no octógono do MGM Grand Garden Arena em Las Vegas, neste sábado, pressionado por um triunfo diante do wrestler Andrew Craig.

Em entrevista exclusiva ao jornal USA Today, Leben admitiu que os excessos sempre atrapalharam o seu desempenho, e prometeu que uma nova fase em sua vida terá início no UFC 162: "É mais do que apenas se manter sóbrio, cara. É um estilo de vida completamente diferente. Um dia de cada vez, como todos falam. Eu apenas treino intensamente e luto para não perder o foco no que preciso fazer".

Quinze meses longe das bebidas alcóolicas, Leben recentemente encarou reabilitação para o vício com analgésicos. Agora, o atleta espera retribuir o carinho dos fãs com uma necessária grande atuação no MGM: "Estou usando toda essa minha energia em excesso para cuidar da minha saúde. Eu amo o que faço e amo o lugar que estou, e não vou a lugar algum. Neste sábado, será um completo renascimento de Chris Leben".

Reprodução
Entrevista com Chris Leben é destaque no USA Today desta terça-feira
Entrevista com Chris Leben é destaque no USA Today desta terça-feira